página principal
 
[12/05/2011] - Ministério das Comunicações vai implantar 8,9 mil novos telecentros
O governo federal vai implantar 8.934 novos telecentros comunitários e instalar telefone público em 89 mil locais onde ainda não há o serviço. O anúncio foi feito pelo ministro interino das Comunicações, Cezar Alvarez, durante a participação no debate “Inclusão Digital e Erradicação da Miséria”, no 4º Congresso Internacional de Software Livre e Governo Eletrônico (Consegi), nesta sexta-feira (13), em Brasília. Cezar Alvarez explicou que, com as novas instalações, o Brasil passará a contar com 22 mil pontos articulados com conexão à internet. Segundo ele, a implantação das novas unidades, no entanto, depende da liberação de cerca de R$ 26 milhões. A liberação do recurso está em fase de negociação com o Ministério do Planejamento. O ministro interino explicou que os telecentros estão entre as prioridades da nova Secretaria de Inclusão Digital, implantada pelo MiniCom neste ano. “Inclusão digital precisa de política pública. É muito mais complexa que apenas equipamentos, terminais e acesso à internet”. Telefones em comunidades isoladas A instalação de telefones públicos em 89 mil locais que ainda não contam com o serviço vai atender a grupos como comunidades ribeirinhas, quilombolas e assentamentos rurais. Cezar Alvarez também afirmou que, dentro das negociações do Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU) que estão sendo feitas com as operadoras de telefonia, o ministério pretende destinar a freqüência de 450 MHz para levar telefonia e banda larga à zona rural. TV Digital O Secretário de Telecomunicações do MiniCom, Nelson Fujimoto, também participou de debate nesta sexta-feira (13) no Consegi sobre TV Digital. Fujimoto disse que o governo vai fomentar a pesquisa na área de interatividade e vai incluir o middleware Ginga no Processo Produtivo Básico dos receptores. O Consegi é considerado o maior evento de software livre gratuito do Brasil e único na América Latina a reunir governo e sociedade na discussão de tecnologia de código aberto aplicada em todas as esferas do mercado. O congresso é promovido pela Escola de Administração Fazendária (Esaf) do Ministério da Fazenda, em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Beto Cangussu – Advogado, ex-vereador.
 
mais notícias